terça-feira, 11 de dezembro de 2007

MEDALHAS NO EUROPEU

CAMPEONATO DA EUROPA ASSAUT 2007
Tournai, Bélgica


Países e medalhas conquistadas

França : 11 Ouro, 3 Bronze
Bélgica : 1 Ouro, 5 Prata, 1 Bronze
Eslovénia : 1 Ouro, 2 Prata, 4 Bronze
Grã Bretanha : 1 Ouro, 2 Prata, 2 Bronze
Sérvia : 1 Ouro, 3 Bronze
Itália : 2 Prata, 3 Bronze
Alemanha : 1 Prata, 2 Bronze
Croácia : 1 Prata 1 Bronze
Portugal : 1 Prata, 1 Bronze (Nelson Vicente, Leonel Pereira)
Espanha : 1 Prata
Suíça : 3 Bronze
Hungria : 3 Bronze
Rússia : 3 Bronze

5 comentários:

Marcelo Flores disse...

Uma medalha nos mundiais 2006, duas no europeu 2007, pode ser que para o ano venham mais. Oxalá!

Paulo Silva disse...

Podia ter vindo melhor resultado para portugal, se a arbitragem fosse mais correcta!
Paulo Silva, Felgueiras

Luva de Prata disse...

O estranho, é que pela ideia que se tem da estatura dos portugueses (e sou um bom exemplo disso), obteve-se medalhas nas duas categorias mais pesadas.
Além das duas medalhas, foram mais dois quarto finalistas (Joaquim e Paulo). Sinceramente, sabendo que a equipa nacional não contava com os elementos necessários para cada categoria, masculina e feminina, pode-se afirmar que foi um resultado muito bom.

Anónimo disse...

Foi um excelente resultado para Portugal, sem dúvida! A nivel de ranking, Portugal vai melhorando, cada vez mais de ano para ano, e tenho a certeza que para o próximo, no mundial, a nossa selecçao ainda vai conseguir melhor resultado.
A minha ida ao europeu foi muito boa! Para mim, a nivel de monitor deu para aprender algo de novo, o tipo de competição internacional que é totalmente diferente das competições nacionais.

Luva de Prata disse...

Os meios são totalmente diferentes. Não sei exactamente como é a situação na Bélgica, mas em França, além de haver cerca de 37 000 praticantes há apoios oficiais por parte do Governo, tanto na organização como na preparação dos atletas. Também aparecem alguns patrocinadores a querer associar o nome a eventos desta envergadura. Já falando do nível dos atletas, os franceses e os belgas serão os mais apurados tecnicamente, logo os mais difíceis de enfrentar.
A grande diferença entre este encontros internacionais e os nossos, será o facto de participarem teoricamente os melhores de cada país, enquanto a nível local pode haver maior desequilibro entre os participantes inscritos na competição. Isto será resolvido com mais rodagem.
A única coisa com a qual não concordo nestas competições "Assaut", será o facto de algumas serem realizadas no solo. Na minha opinião muito pessoal, descaracteriza em parte a modalidade como a técnica em si, além de, e está provado, pela razão do piso ser mais mole, provocar lesões ao nível dos tornozelos.
Agora por uma questão de logística, torna-se muito mais prático.