domingo, 31 de Dezembro de 2006

UM POUCO DA HISTÓRIA DA SAVATE

O Boxe Francês, actualmente denominado por Savate cujo nome pertence à umas das modalidades de combate que lhe deu origem, assim como o Chausson, nasceu em França por volta de 1790. Significa "sapato" ou "bota", e era também o termo usado pelos parisienses ,lutadores de rua, que usavam todas as partes do corpo como armas, sobretudo os pés, dirigidas aos pontos vitais do adversário. No sul de França era o Chausson que se utilizava.

Não se pode atribuir a Savate a um só criador, existiram algumas pessoas que foram os principais colaboradores na criação deste sistema. Entre eles, Michel Casseux, conhecido também pelo nome de Pisseux (apesar de certos historiadores não reconhecerem esse segundo nome como tal) e talvez o mais famoso, que criou a "Teoria da Savate", onde Casseux classificou a arte em 15 divisões de técnicas de pé ou bota e 15 divisões de bengala (canne) ou bastão.
Dando lições à burguesia e nobreza, Casseux conseguiu popularizar a Savate, derrubando a idéia de que esse sistema só servia para os marginais.
O interesse pela Savate começou a se espalhar pela Europa, atingindo também a sua popularidade nos Estados Unidos e Canadá.

A Savate sofreu algumas mudanças, após a derrota de Charles Lecour, o melhor aluno de Casseux, por um lutador de Boxe Inglês chamado Owen Swift, o qual decidiu aprender as técnicas inglesas de luta de punho por volta de 1845.
O Boxe Inglês, baseava o ataque nos braços e punhos, enquanto a Savate via as mãos somente como armas defensivas. Lecour decidiu aprender as técnicas inglesas com um campeão inglês, Adams, radicado em Paris.

Lecour, homem inteligente, percebeu que os franceses não estavam tirando vantagem do uso das mãos, e que os ingleses só viam as pernas como recursos de avanço e recuo, o qual começou a combinar o Boxe Inglês com a Savate, começando a dar aulas sob a designação de Boxe Francês.

No entanto, foi o seu irmão Hubert, o primeiro a ver no Boxe Francês uma arte refinada.

Mais tarde, por volta de 1899, outro colaborador chamado Joseph Charlemont (considerado o verdadeiro pai da modalidade) escreveu vários livros nos quais codificou e aperfeiçoou os métodos existentes no Boxe Francês. Charlemont dava muita importancia a precisão dos pontapés e conseguia controlá-los a ponto de colocar um “coup de pied chassé” numa janela e tocar o vidro sem quebrá-lo mas esmagando a mosca que lá se encontrava.

Joseph Charlemont, por razões políticas exilou-se na Bélgica, por onde leccionou a arte. Explica-se por esse facto, a qualidade técnica e tradições da Escola Belga. Mais tarde regressaria a França e voltaria a dar aulas em Paris.

Seu filho Charles, excelente praticante e mestre subsistui o pai no ensino na capital (11 rue des Martyrs).

Durante o curso desse século a Savate vem sendo amplamente praticada. Foi ensinada nas forças armadas francesas como parte do treino básico (Joinville, onde era ensinado o método das 4 faces), e escolas foram abertas na Bélgica, Suiça, Itália e Alemanha.

Em 1924, a Savate - Boxe Francês foi desporto de demonstração dos jogos Olímpicos de Paris, tendo o Conde Baruzi, 11 vezes campeão de França, combatido em duas categorias diferentes no mesmo dia.

Georges Carpentier, Campeão mundial em 1921(m/pesados) e 1922 (pesados), foi campeão de França com 14 anos. Carpentier dizia que a sua potência de punhos “vinha” das pernas.

Depois da 2ª Guerra, a Savate foi praticada por um pequeno núcleo de pessoas. O grande impulsionador do “renascimento” foi o Conde Pierre Baruzi.

Hoje, a Savate é praticada internacionalmente por homens e mulheres e o campeonato mundial acontece a cada dois anos, alternado com o campeonato europeu na forma de combate e igualmente na forma de "assaut".

A alteração do nome, foi derivada da intenção de ser novamente modalidade de exibição nos Jogos Olimpicos, se fossem realizados em Paris, cidade candidata à organização em 2012 (tal não aconteceu).

Nos anos 70, por uma divergência federativa, um grupo dissidente, passou a denominar o Boxe Francês de Savate, de .forma a ser distinguindo da federação.

Pouco tempo depois, com ajuda do governo, juntaram-se os dois movimentos numa federação: Fédération Française de Boxe Française/ Savate et disciplines assimilées.

Hoje a entidade responsável alterou-se para F.F.de Savate/BF DA

Sem comentários: